quinta-feira, 15 de junho de 2017

JESUS CRISTO O EXEMPLO PERFEITO.


Imagem relacionada


Leitura bíblica: (Isaías 53:1-12-ACF).

INTRODUÇÃO

A leitura do capitulo 53 do livro do profeta Isaías, nos dá a perfeita noção da humilhação e exaltação de Cristo. O nosso Salvador foi desprezado e rejeitado pelos homens, mas apesar de toda opressão e sofrimento Ele levou sobre Si todos os pecados daqueles que Nele creram (I Pedro 2:24). Enquanto estava na terra Cristo glorificou ao Pai através da perfeita obediência, sendo obediente até a morte (João 17:4 e Filipenses 2:8). Notadamente Jesus veio ao mundo para fazer a vontade do Deus (João 4:34), o próprio Cristo afirmou que fazia tudo para a agradar ao Pai (João 8:29).

SERVO INCULPÁVEL

Jesus Cristo foi um servo justo e fiel a Deus. Ninguém podia culpá-Lo de algum pecado. As pessoas fazem sacrifícios e obras buscando, desta forma se justificar perante Deus, enganam-se por completo, pois os filhos de Deus recebe a justiça de Deus, através da obra Daquele que não conheceu o pecado e que se manifestou para tirar os nossos pecados (II Coríntios 5:21 e I João 3:5). Cristo é nosso exemplo perfeito, portanto devemos ter o mesmo sentimento que Nele havia (Filipenses 2:5 e I João 2:6).

SEU SOFRIMENTO AGRADOU A DEUS.

Não existem palavras que possam exprimir o sofrimento do Nosso Salvador. Foi agradável a Deus o sofrimento de Cristo para expiar nossos pecados (Isaías 53:10). O Nosso Senhor Jesus Cristo estava ciente do que representava, quando afirmou que daria a Sua vida pelas ovelhas, notadamente Ele deu a vida, não foi obrigado a fazer este ato e sim cumprindo com obediência à perfeita vontade do Pai (João 10:15-18). Cristo recebeu as nossas transgressões e nossas iniquidades (Isaías 53:5). Devemos ter cauterizado em nossas mentes que somos culpados, através do pecado pela morte de Jesus Cristo, porém apesar de sermos culpados Ele ressuscitou para nos justificar (Romanos 4:25).

CRISTO JUSTIFICOU E PERDOOU OS PECADOS.

Segundo unicamente as riquezas da Sua graça, Cristo nos libertou pelo Seu Sangue (Efésios 1:7). Não estamos tratando aqui de pessoas boas e sim de ímpios, o sacrifício de Jesus torna-se bem maior, pois ousou a morrer por nós, sendo todos nós sem exceção pecadores, além desde magnifico ato Cristo também nos justificou e nos livrou da ira (Romanos 5:6-9).  O penoso trabalho realizado pelo Príncipe da salvação, não foi em vão, pois trouxe muitos filhos à glória (Hebreus 2:10).

CONCLUSÃO

 A obra expiatória de Cristo foi suficiente para nos vivificar e perdoar nossos pecados, aquela cédula que nos era contrária foi riscada e cravado com Jesus naquela maldita cruz (Colossenses 2:13-14). Porém isto não implica que devemos continuar no pecado, muito pelo contrário o crente tem a obrigação de fugir das tentações, mas Deus em sua infinita sabedoria, já prevendo a fragilidade do homem constituiu o melhor advogados de todos, que irá nos defender perante Ele, o martírio vicário de Cristo de Jesus Cristo na cruz foi suficiente para propiciar (conseguir perdão) dos nossos pecados e do pecado de todo o mundo, apesar de que o sacrifício só válido para aqueles que creem verdadeiramente na perfeita obra de Cristo (I João 2:1-2). 



Estudo aplicado na IBBF de Esperança-PB, Dezembro de 2015.
Walter Costa
Referências Bíblicas: Bíblia Almeida Corrigida e Fiel - ACF

terça-feira, 23 de maio de 2017

NA CASA DO OLEIRO

NA CASA DO OLEIRO
Resultado de imagem para NA CASA DO OLEIRO

Leitura bíblica: (Jeremias 18:1-6).

INTRODUÇÃO

O profeta Jeremias foi enviado por Deus à casa do oleiro, para observar e receber um valioso ensinamento. O Senhor mostrou ao profeta que é soberano e que da mesma forma que o oleiro tem poder de molda o barro e transforma-lo em um belo vaso, Deus poderá transformar o homem perdido em uma nova criatura. Em ambos os casos o barro e o homem são meros instrumentos nas mãos dos seus criadores e nada podem fazer para modificar esta situação (Isaías 29:16).

O criador tem poder sobre a sua criação.

Não existe a possibilidade, por menor que seja da criatura influenciar o Criador. O homem não pode fazer nada para alterar a vontade de Deus, somos gerados unicamente pela vontade Dele, através da Palavra da Verdade (Tiago 1:18). Essa geração vem de uma semente incorruptível, perfeita e que permanecerá para sempre (I Pedro 1:23). Há no mundo religioso o conceito que o homem molda-se a si mesmo e que seria injusto não prevalecer o querer do homem (livre arbítrio). Fato este, que não passa de mera especulação religioso, pois o Criador executa a Sua vontade (Romanos 9:14-16). O homem foi formado do barro e um dia o nosso corpo voltará a ser pó, portanto, não há muito em nós, para nos gloriarmos. 

Há vasos para honrar e vasos para desonrar.

Certa vez fui questionado sobre se seria justo alguns homens já nascerem destinados para a perdição. A Sagrada escritura responde da seguinte maneira: a criatura não tem poder para questionar o Criador, somos meros cacos de barro (Isaías 45:9), a coisa formada não pode replicar a Deus, afinal o supremo Oleiro tem poder para da mesma massa fazer um vaso para honra e outro para a desonrar (Romanos 9:20-21). Em uma grande casa não existem apenas vasos de grande valor (II Timóteo 2:20), então fica claro que há vasos que foram produzidos apenas para a perdição (Romanos 9:22). Não pense você que os vasos de honra são produzidos por que mereceram tal proeza e sim para demonstrar as riquezas da glória de Deus (Romanos 9:23).


Somos aperfeiçoados pelo Oleiro.

Como oleiro molda o vaso na roda, o Criador nos molda (Isaías 64:8). A vontade de Deus é predominante na vida do crente, uma vez que é ela que opera o nosso querer e o nosso efetuar (Filipenses 2:13). No homem até existe a vontade de fazer a coisa certa, porém sem a mão do Oleiro o “barro” não consegue realizar o bem (Romanos 7:18). Deus é quem nos aperfeiçoa para fazer a vontade dele (Hebreus 13:20-21). Como o barro é amassado pelos pés do oleiro (Isaías 41:25),importa que nós também padeçamos um pouco (sofrendo com as pisadas do oleiro), desta forma somos aperfeiçoados para honra e glória do nosso Criador (I Pedro 5:10-11). Portanto, existem as melhores possibilidades de nos tomamos vasos de bênçãos úteis para Ele (II Timóteo 2:21).


Conclusão

Após passar pelo processo de aperfeiçoamento realizado pelo Santo Oleiro, o crente deve aprender a ser agradecido, sempre abundante na Palavra de Cristo, dando graças a Deus por tudo (Colossenses 3:15-17).  Sabemos que somos os membros do corpo de Cristo e por este motivo devemos ter cuidado uns com os outros (I Coríntios 12:25-27). Que Deus, nos ensine a possuir o nosso em santificação e honra (I Tessalonicenses 4:4)
“Digno és, Senhor, de receber glória, e honra, e poder; porque tu criaste todas as coisas, e por tua vontade são e foram criadas”. (Apocalipse 4:11)


Esperança-PB, Novembro de 2015.
Ir. Walter Costa
Referências Bíblicas: Bíblia Almeida Corrigida e Fiel - ACF


terça-feira, 2 de maio de 2017

TENHAIS CUIDADO DA DOUTRINA TRAZIDA POR CRISTO!

TENHAIS CUIDADO DA DOUTRINA TRAZIDA POR CRISTO!


 “Tem cuidado de ti mesmo e da doutrina. (I Timóteo 4:16 -ACF).


INTRODUÇÃO


A igreja de Deus tem a obrigação de cuidar da doutrina que Cristo, nosso único Mediador, conduziu do céu até nós e é através deste ensinamento que testificamos se esta doutrina é de Deus ou de homens (João 7:16-17- ACF). Neste sentido, a igreja local (batista de função) é a responsável pela preservação e propagação da Sã Doutrina (Atos 2: 42 / I Coríntios 11:2-ACF). Mas, se a palavra de Deus permanece para sempre, por que devemos cuidar; preservar e defender a doutrina? Ora desde os dias em que os apóstolos estavam vivos, até os dias hoje homens corruptos de entendimentos e reprovados na fé buscam através do falso ensinamento transtornar o Evangelho de Cristo (Gálatas 1:7).  Sempre dentro do contexto bíblico, o crente batista como atalaia (sentinela, vigia, guarda) da palavra de Deus, tem a obrigação de preservar firme e fielmente a verdade, sempre conforme a sã doutrina, fazendo isso seremos capazes de convencer aqueles que são contrários ao ensinamento puro e verdadeiro.
 Retendo firme a fiel palavra, que é conforme a doutrina, para que seja poderoso, tanto para admoestar com a sã doutrina, como para convencer os contradizentes”. (Tito 1:9- ACF).


ATRIBUTOS DE UMA IGREJA QUE CUIDA DA DOUTRINA:


1-CRISTO ÚNICO FUNDAMENTO.

Porque ninguém pode pôr outro fundamento além do queestá posto, o qual é Jesus Cristo. (I Coríntios 3:11-ACF).

As falsas doutrinas implantadas por falsos profetas que ensinam enganos (Mateus 7:15 e II Timóteo 3:13-ACF), colocam as obras do homem como um dos fundamentos válido para salvação, as falsas igrejas, que em sua grande maioria foram criadas por homens insatisfeitos com a doutrina verdadeira pregam QUE: membresia em  uma igreja; ser dizimista; ser batizado;  participar da ceia; ser um bom religioso; não perder um culto; a purificação total em carne, seria possível ao homem chegar a Deus, ledo engano o único fundamento válido para a salvação do perdido é Cristo, sem Ele não há salvação. A palavra de Deus mostra com clareza que o Pai entregou todas as coisas ao Filho e que a única forma de conhecermos a Deus verdadeiramente é através da revelação dada por Cristo (Mateus 11:27-ACF). Uma igreja bíblica (portanto batista) tem a obrigação de pregar unicamente Cristo (II Coríntios 4:5-ACF), não devemos em momento algum, receber uma pregação alternativa sobre outro Cristo (II Coríntios 11:4-ACF). Jesus é a Pedra principal; o único Mediador, o Fundamento da aliança da graça, único Caminho, qualquer pregação avessa a Cristo como o único fundamento faz parte do outro evangelho, sendo, portanto anátema.

Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que vos tenho anunciado, seja anátema. Assim, como já vo-lo dissemos, agora de novo também vo-lo digo. Se alguém vos anunciar outro evangelho além do que recebestes, seja anátema. (Gálatas 1:8-9-ACF).



2-A BÍBLIA É A ÚNICA REGRA DE FÉ E PRATICA.

À lei e ao testemunho! Se eles não falarem segundo esta palavra, é porque não há luz neles” (Isaías 8:20- ACF)

A Bíblia é literalmente a Palavra de Deus escrita, a verdade revelada desde princípio e que dura para sempre (Salmos 119:160). Podemos afirmar que todo o conteúdo constante na Bíblia foi escolhido de forma rigorosa por Deus, portanto devemos preserva-lo como consta no Livro Sagrado. Opiniões particulares, pressentimentos, visões, experiências sobrenaturais e revelações não têm superioridade sobre a Bíblia, pois o homem não pode interpreta-la de forma particular, não foi à vontade dos homens que a produziu (II Pedro 1:20-21). A Bíblia é a verdade de Deus pela qual devemos nos santificar (João 17:17). Todo aquele que ama a Cristo guarda a Sua palavra e servirá de morada para o Pai e o Filho (João 14:23-24).
A Palavra de Deus deve ser preservada em todos os tempos. A observância fiel da Palavra passa sumariamente pela ação do Espírito Santo que encoraja os salvos a batalharem pela fé verdadeira que uma vez foi entregue aos santos (Judas 3). O crente deve ter cauterizado em sua mente que quanto maior for a sua obediência a Sã doutrina, maior será a sua comunhão com o Criador. Não devemos ir além do que está escrito (I Coríntios 4:6). O papel da igreja de Cristo é defender a Escritura, protegendo-a e usando sempre a melhor tradução (no Brasil temos baseada no Textus Receptus: a Almeida Fiel e Corrigida- ACF e a Literal do texto Tradicional LTT, trabalho precioso do Irmão Hélio de Meneses). Quando a igreja prega o que diz às Escrituras ela cumpre o seu papel de ser a coluna e firmeza da verdade. (I Timóteo 3:15).

3-É FIEL A PALAVRA DE DEUS.

Ensinando-os a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação do mundo. Amém. (Mateus 28:20).

A palavra de Deus é pura e não deve ser modificada, nem interpretada a bel prazer do interlocutor, existe uma ordem para não acrescentamos nada além do que está escrito (Provérbios 30:5-6). As tradições religiosas criadas por homens, não podem modificar a Bíblia, no geral a tradição do homem é baseada no rudimento do mundo (Colossenses 2:8). Na ordem contida no livro de Apocalipse, o Espírito Santo deliberadamente afirma que não devemos adicionar ou subtrair qualquer Palavra Sua, aquele que transgredir este mandamento com certeza receberá o seu devido castigo (Apocalipse 22:18-19).  A escritura não pode ser anulada (João 10:35), com essa certeza em nossas mentes e corações, estejamos sempre atentos e perseverando na leitura e pratica da Palavra de Deus e principalmente sendo fiel ao conteúdo bíblico, não sendo levando por qualquer vento doutrinário (Efésios 4:14). Todo crente batista bíblico fundamentalista tem a obrigação de conhecer a Escritura e de pregar a verdade através e unicamente da Bíblia. (II Timóteo 4:2).

4-É RESPONSÁVEL COM IDE DE CRISTO.

    “E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura”.  (Marcos 16:15-ACF)

Temos a responsabilidade de transmitirmos a Palavra de Deus aos pecadores, pois o Evangelho é poder de Deus para a salvação (Romanos 1:16). Deus confiou Seu Santo Evangelho a uma igreja batista (não Denominacional e sim de função), sendo assim em todo o momento temos o compromisso de agradar unicamente ao Deus Santíssimo (I Tessalonicenses 2:4). A igreja fundada por Cristo em Cafarnaum da Galileia recebeu do seu Criador a ordem de ir pelo mundo com a tarefa de semear a semente incorruptível da palavra de Deus (I Pedro 1:23-ACF).  A dureza encrostada no coração do homem natural é não motivo para não irmos até ele com o evangelho puro e genuíno, não devemos nos contentar apenas em sermos membros de uma igreja bíblica (portanto batista), mas, devemos inquietar o nosso espírito no sentindo de falarmos tudo que vimos e ouvimos (Atos 4:20-ACF). A bíblia ensina que o filho do homem não veio destruir as almas dos homens, mas para salvá-las (Lucas 9:56-ACF)  esta é a mensagem que devemos instruir aos pecadores não remidos. Temos a obrigação de mostrarmos a todos os homens que o jugo de Cristo trará descanso para suas almas (Mateus 11:29-ACF). Apesar de não termos o poder de salvar ninguém temos a obrigação de levarmos o Evangelho do Nosso Senhor aos descrentes.

Porque, se anuncio o evangelho, não tenho de que me gloriar, pois me é imposta essa obrigação; e ai de mim, se não anunciar o evangelho! E por isso, se o faço de boa mente, terei prêmio; mas, se de má vontade, apenas uma dispensação me é confiada. (I Coríntios 9:16-17-ACF).



CONCLUSÃO

Para ser fiel às Sagradas Escrituras a igreja, corpo local, separado e independente que recebeu a ordem do Nosso Senhor e Salvador para guardar os Seus ensinamentos da forma que recebeu. Tem como sustentação doutrinária a preservação e defesa da bíblia, não permitindo em suas assembleias o ensino de doutrinas estranhas (Hebreus 13:9-ACF). Tem o compromisso de anunciar o Evangelho genuíno com firmeza; constância e sempre abundantes na obra do Senhor (I Coríntios 15:58-ACF). Jamais servindo à vista e sim de coração.

Não servindo à vista, como para agradar aos homens, mas como servos de Cristo, fazendo de coração a vontade de Deus (Efésios 6:6).
Toda igreja bíblica, portanto batista a honra e glória é única e exclusiva para Cristo.
“Digno és, Senhor, de receber glória, e honra, e poder; porque tu criaste todas as coisas, e por tua vontade são e foram criadas”. (Apocalipse 4:11)

Walter Costa.

Esperança-PB, 19 de abril de 2017.


VIII Encontro nacional em defesa da Sã Doutrina- realizado em Campina Grande.

segunda-feira, 17 de abril de 2017

HERESIAS CONTRA A SÃ DOUTRINA


Resultado de imagem para HERESIAS CONTRA A SÃ DOUTRINA

HERESIAS CONTRA A  SÃ DOUTRINA

 Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, tendo coceiras nos ouvidos, amontoarão para si doutores conforme as suas próprias concupiscências (II Timóteo 4:3-ACF).

Introdução

A Sã Doutrina é o conjunto de ensinamentos deixado por Deus. Portanto os mandamentos contidos nas Sagradas Escrituras devem ser seguidos, sem qualquer tipo de objeções ou transmutação, não podemos em hipótese alguma ir além do que está escrito.
E eu, irmãos, apliquei estas coisas, por semelhança, a mim e a Apolo, por amor de vós; para que em nós aprendais a não ir além do que está escrito, não vos ensoberbecendo a favor de um contra outro (I Coríntios 4:6-ACF).

Sabemos que o principal inimigo da Sã Doutrina é satanás e que como tal irá buscar de todas as maneiras, aniquilar a verdadeira doutrina trazida dos céus por Cristo.
Jesus lhes respondeu, e disse: A minha doutrina não é minha, mas daquele que me enviou. (João 7:16-ACF)

Para conseguir tal feito, ele usará o seu exército de hostes infernais do mal para combater aqueles que praticam e defendem a Sã Doutrina.
Porque não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais. (Efésios 6:12 ACF )

Com base na Bíblia que é literalmente a Palavra de Deus escrita, a verdade revelada desde princípio e que dura para sempre (Salmos 119:160). Iremos demonstrar as principais artimanhas usadas por satanás, para introduzir a sua falsa e diabólica doutrina, tentando destruir a boa semente que foi semeada no campo pelo Senhor. Ele busca evitar o crescimento do trigo, jogando a semente do joio, o qual é muito semelhante ao trigo em aparência.  Ou seja, o enganador apresenta um evangelho parecido com o de Cristo, que leva multidões de não salvos a serem enganados. “Este tal é o enganador e o anticristo”. (II João 1:7-B ACF).
Vós tendes por pai ao diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai. Ele foi homicida desde o princípio, e não se firmou na verdade, porque não há verdade nele. Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso, e pai da mentira(João 8:44- ACF).

Sendo o pai da mentira o Diabo usa seus filhos  para produzirem situações que aparentam certa verdade, porém são mentiras disfarçadas, em geral as fábulas criadas por santanás colocam na cabeça do homem que ele o centro de tudo. Quando isso ocorre o indivídou passar a acreditar que tudo deve caminhar a seu favor e que é merecedor dos dons celestiais. São várias as mentiras introduizidas por satanás no meio religioso e todas elas tiram a soberania de Deus. Destacaremos as principais heresias que buscam destruir a Sã Doutrina.

1-Salvação pelas obras : Esta talvéz seja a principal mentira que satanás introduziu no meio dos perdidos, muitos creem que são as sua obras de justiça que as levarão para a eternidade ao lado de Cristo, esquecem que as nossas obras são como trapo de imundícia.
 Mas todos nós somos como o imundo, e todas as nossas justiças como trapo da imundícia; e todos nós murchamos como a folha, e as nossas iniquidades como um vento nos arrebatam. (Isaías 64:6-ACF).

A VERDADE BÍBLICA: Efésios 2:8-10-ACF

2-Livre árbitrio: O sagaz inimigo conseguiu astutamente incutir na mente de alguns homens, que os mesmos são livres e que através de sua própria vontade desejam vir ou não a Deus, que podem decidir o momento de vir até o Salvador.
 “
E não quereis vir a mim para terdes vida.” (João 5:40-ACF).
A palavra de Deus mostrar que nós homens estamos mortos “para terdes vida”, se estamos mortos, logo não iremos a lugar nenhum. Lemos implicitamente que o homem precisa de uma vida além da vida carnal (João 3:5) Quando Adão comeu o fruto da árvore proibida, o homem teve decretado à morte espiritual (Gênesis 2:17-ACF), ou seja, estamos legalmente mortos e o que é pior já estamos condenados (João 3:18-ACF). Precisamos de um substituto, alguém possa nos vivificar dos nossos pecados e ofensas.
E VOS vivificou, estando vós mortos em ofensas e pecados (Efésios 2:1-ACF).

A VERDADE BÍBLICA: (João 1:12-13-ACF).

3-Todos são filhos de Deus: Talvez essa seja a mentira que satanás mais gosta de contar, a frase “eu também sou filho de Deus” é dita por quase a totalidade dos perdidos (com execeção do ateísmo). Não sabem eles que o homem sem Cristo está perdido e é apenas uma criatura de Deus. Paulo disse que os crentes “noutro tempo” (antes de serem crentes)  estavam “sem Cristo, separados da comunidade de Israel... não tendo Esperança, e sem Deus no mundo,” (Efésios 2:11-13-ACF). Antes de Cristo somos por natureza filhos da irá.

Entre os quais todos nós também antes andávamos nos desejos da nossa carne, fazendo a vontade da carne e dos pensamentos; e éramos por natureza filhos da ira, como os outros também (Efésios 2:3-ACF).
A VERDADE BÍBLICA: (Romanos 8:14-17  ACF)

4-Todos os caminhos levam a Deus: Um grande parceiro do diabo para disseminar as suas mentiras é o mundo da religião. Apesar de existir no universo religioso certo apelo emocional sobre a busca por Deus, este simplesmente é absorvido quando, satanás introduz de forma eficaz e sorrateira a exclusão de Cristo como o único fundamento válido para salvação.
Porque ninguém pode pôr outro fundamento além do que já está posto, o qual é Jesus Cristo. (I Coríntios 3:11-ACF).

Há maioria dos seres humanos não acreditam em um Deus soberano, que mostra a podreficação do homem e que apesar disso, deu o Seu filho unigênito para todo aquele que Nele crer tenha a vida eterna (João 3:16-ACF). E por este motivo inventam um “deus” que “barganha” o processo de salvação permitindo que certas pessoas entrem no céu através de caminhos alternativos, como por exemplo: ser batizada; ser membro de tal grupo religioso; cumprir as regras ditadas por homens; fazer caridade, ou seja, estas pessoas não buscam um relacionamento verdadeiro com Deus, que é soberano e realizar todo segundo o conselho de sua vontade (Efésios 1:11-ACF). O único caminho é Cristo.
A VERDADE BÍBLICA: (João 14:6-ACF).
Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim”.
5- Perda da salvação: As falhas doutrinárias contidas no meio religioso em geral, são escancaradas no que diz respeito a perda da salvação. A doutrina da perda da salvação é sem sombra de dúvida a maior heresia, contra a obra vicaria de Jesus Cristo e contra a Sã Doutrina. Satanás incutiu na mente dos homens, que Cristo salva, porém esta salvação não é perfeita (nem eterna), que o pecador e resposável para se manter salvo. Fato este contrário a Sagrada Escritura que afirma que a salvação daqueles que creem em Deus é eterna (João 3:36; 05:24; 6: 47,51; 10:28-ACF) A Palavra de Deus é clara com relação à salvação todo aquele que crer verdadeiramente em Cristo tem a vida eterna. Em determinados momentos de nossas vidas podemos escorregar e cair na vontade da carne, podemos até perecermos na carne (I Coríntios 5:5-ACF), isso irá trazer grandes problemas e decadência espiritual. Porém, nunca, jamais em hipótese alguma iremos perecer eternamente. Não existe a possibilidade, por menor que seja da criatura influenciar o Criador. O homem não pode fazer nada para alterar a vontade de Deus, somos gerados unicamente pela vontade Dele, através da Palavra da Verdade. Essa geração vem de uma semente incorruptível, perfeita e que permanecerá para sempre (I Pedro 1:23-ACF).
Sendo de novo gerados, não de semente corruptível, mas da incorruptível, pela palavra de Deus, viva, e que permanece para sempre”.

A VERDADE BÍBLICA: (Romanos 8:33-34-ACF).

6- Doutrina estranha: O salvo tem uma ordem bíblica para não se deixar levar por  doutrina estranhas (Hebreus 13:9). Não vos deixeis levar em redor por doutrinas várias e estranhas, porque bom é que o coração se fortifique com graça, e não com alimentos que de nada aproveitaram aos que a eles se entregaram.   Entretanto o inimigo introduziu de forma ativa e perspicaz doutrinas que são preceitos de homens (Mateus 15:9-ACF). Esta falsa doutrina tem levado milhões de infiéis as falsas igrejas, os quais não se conforma com as sãs palavras de Cristo e se entregaram as dissolutas e pervesas contendas de homens corruptos (I Timóteo 6:3-5-ACF).Se alguém ensina alguma outra doutrina, e se não conforma com as sãs palavras de nosso Senhor Jesus Cristo, e com a doutrina que é segundo a piedade. É soberbo, e nada sabe, mas delira acerca de questões e contendas de palavras, das quais nascem invejas, porfias, blasfêmias, ruins suspeitas”.
A VERDADE BÍBLICA: (Tito 1:9 -ACF).
Retendo firme a fiel palavra, que é conforme a doutrina, para que seja poderoso, tanto para admoestar com a sã doutrina, como para convencer os contradizentes”.

CONCLUSÃO

A Bíblia mostra com clareza que muitos homens irão seguir a doutrina do inimigo, em detrimento da Sã Doutrina (I Timóteo 4:1-ACF). Tais homens não servem a Cristo mais ao seu próprio ventre. (Romanos 16:18-ACF). Esses homens são ladrões e lobos devoradores introduzidos no meio do rebanho de Cristo com o único objetivo de matar, roubar e destruir. (João 10:10 -ACF2007)
O ladrão não vem senão a roubar, a matar, e a destruir; eu vim para que tenham vida, e a tenham com abundância”.
Vemos atualmente que os balcões comerciais chamados de “igreja” estão infectados por estes lobos, que são por natureza indoutos e inconstantes, que pouco conhecem das Escrituras, distorcendo- a ao seu bel prazer. Eles são usados pelo diabo para introduzirem encobertamente venenos contra a Sã Doutrina e o que é pior muitos seguirão as suas dissoluções. (II Pedro 2:1-3).
E TAMBÉM houve entre o povo falsos profetas, como entre vós haverá também falsos doutores, que introduzirão encobertamente heresias de perdição, e negarão o Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina perdição. E muitos seguirão as suas dissoluções, pelos quais será blasfemado o caminho da verdade. E por avareza farão de vós negócio com palavras fingidas; sobre os quais já de largo tempo não será tardia a sentença, e a sua perdição não dormita.

Nós os batistas bíblicos fundamentalistas somos os atalaias (sentinela, vigia, guarda) da palavra de Deus, portanto devemos nos portar firmes, constantes e abundantes na obra do Senhor (I Coríntios 15:58-ACF ).Lutando com todas as forças contra as heresias impostas por satanás retendo fielmente a Sã Doutrina

 “Retendo firme a fiel palavra, que é conforme a doutrina, para que seja poderoso, tanto para admoestar com a sã doutrina, como para convencer os contradizentes”. (Tito 1:9- ACF).
TU, porém, fala o que 
convém à sã doutrina”  (Tito 2:1- ACF).

Ir. Walter Costa
Estudo aplicado no VII encontro nacional em defesa da Sã Doutrina-Esperança-PB.